14 de outubro de 2010

O que está te nutrindo?


             Estava aqui pensando em algumas coisas e quero te convidar a refletir sobre algumas questões: Que tipo de atitude temos tido diante das circunstâncias? Temos conseguido fugir do pecado ou ele tem nos dominado? O que temos feito pelo próximo? O que temos feito para a obra do Senhor? O que temos ouvido? O que temos pensado? Temos sido a influência ou temos sido influenciados? Que frutos temos dado? As respostas para essas perguntas irão depender do que tem nos alimentado.
          Sabe, hoje em dia as pessoas perderam o foco, perderam a graça, perderam a identidade, perderam o sentido. Têm se alimentado de coisas vãs, da alegria momentânea, do iníquo. A cada dia vivem mais nessa “inércia” e, infelizmente, estão perecendo. Perecendo porque se tornam escravas de seus próprios desejos. Já não são elas que controlam as circunstâncias, mas são controladas por elas. A cada dia contribuem menos para o agir de Deus se contentando em viver o presente e não se preocupando com o que vai ser gerado da vida que estão levando. Sabemos que colhemos aquilo que plantamos e que pelos nossos frutos seremos conhecidos. E o fato é que muitos acabam se contaminando com o que está ao redor, acabam refém de seus erros, se tornando marionetes do pecado.
           Deus nos fez com a capacidade de nutrir pessoas e lugares, cada um com seu jeito, com sua particularidade, com sua essência. Só que podemos ser nutridos por eles também. Deus nos fala no livro de Marcos, Mateus e ainda em Lucas: "Vigiai e orai." e em 1 Coríntios: "Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia". Então por que será que Deus nos fala essas coisas? Porque Ele sabe que o inimigo está ao nosso derredor, procurando sempre um motivo para adentrar em nossas vidas e mudar nosso entendimento, nossa mente. O objetivo disso é que achemos tudo normal e com isso nos tornemos folhas secas, sem vida. E o interessante é que nós damos esses motivos com nossas atitudes, nossas escolhas. O segredo é enxergarmos isso e a partir daí mudarmos o ambiente, sermos agentes de transformação! 
          E o futuro?! Muitos teimam em não se preocupar: “Ah, que futuro o quê... Deixa eu viver meu presente aqui que está bom.” Tudo bem, está bom porque elas têm alimentado a carne, feito as suas vontades, tem deixado elas governarem, e não o Senhor. Só que esse conceito de que "está bom" é passageiro, pois quanto mais perto do pecado mais você está dando legalidade para o inimigo tomar conta da sua vida e destruí-la. Aí a planta que poderia crescer saudavelmente acaba se tornando um monte de folha seca, afinal é como o apóstolo Paulo diz em Romanos: "O salário do pecado é a morte".
          Pensando nisso tudo, eu fico imaginando a tristeza de Deus diante dessas coisas. Ver as pessoas que Ele ama e criou para o louvor da glória dEle, na "cegueira" do mundo. O que Ele planejou para seus filhos é uma história linda, escrita com amor, nascida de um sacrifício vivo e paga por sangue! "Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. 1 Coríntios 2:9". Queira viver isso, anseie por isso! Posso te dizer que é a melhor escolha que você fará. 
          Aquilo que alimenta a sua vida pode fazer você crescer ou pode te destruir! Não perca tempo! Reveja seus conceitos, suas atitudes. Viva os planos de Deus! Alimente-se da verdade, ela te traz vida e vida em abundância (João 10:10). Garanto que, em Deus, você será como árvore plantada junto à ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação apropriada e cujas folhas não murcham (Salmos 1:3). Você crescerá e chegará longe! Eu quero ser essa árvore e me alimentar daquilo que traz VIDA! E você?        

          
Monique Meneses

Nenhum comentário: