4 de outubro de 2010

Quando o céu escurecer, resista à tempestade!

                                      
                  Muitas vezes é difícil liberarmos um sorriso diante de um momento ruim. Parece que algo nos trava e que nada é capaz de satisfazer-nos. É, de repente, por alguma circunstância desagradável, nos transformamos. Pronto, isso já é o suficiente para chegarmos ao final do dia e falarmos: "ai, que dia horrível que eu tive!" Sabe, estava pensando o quanto somos ingratos! Ingratos pq damos valor à momentos do dia e não à sua essência. Ingratos pq  muitas vezes nos damos ao luxo de olharmos somente os pontos negativos e com eles alimentar nossa indignação. Ingratos pq queremos satisfazer os nossos interesses a qualquer custo e não olhamos que nem sempre o que queremos é o que precisamos. Ingratos pq preferimos a comodidade de viver a vida cercados somente de momentos felizes e não queremos aprender com as frustrações. Ingratos pq agindo de tal forma estamos sendo egoístas, afinal eu quero ser feliz, os outros são os outros! Eles podem ficar tristes, angustiados, aflitos, mas eu não! Aí, entra a a grande questão: Em que está fundamentada a nossa alegria? Será que estamos valorizando o dom da vida? Será que estamos valorizando o amor de Deus por nós?
                 Precisamos entender que não somos nada para saber como devemos aprender. Todas as circuntâncias que julgamos desagradáveis tem um peso enorme no grande e maravilhoso ensinamento que o Senhor proporciona. Temos que enxegar as coisas com olhos espirituais e deixar que Deus nos guie. Queremos controlar tudo e todos, queremos sempre viver no nosso mundo se conformando com os nossos erros. É sempre muito fácil reclamar, xingar, resmungar, blasfemar, mumurar. Parece que não damos chance de Deus mostrar que Ele é o Deus de todas as coisas. Tentamos limitar Seu mover, Seu poder. Cadê nossa confiança na soberania de Deus?
                  Nossa alegria deve estar fundamentada na Salvação, na graça e na misericórdia que se renova todos os dias. Nossa alegria deve estar fundamentada em um Deus que tudo sabe e tudo pode. Em um Deus que olha para mim e para vc com olhos de amor,  querendo sempre que sejamos pessoas melhores. Nossa alegria deve estar fundamentada em Suas  promessas, milagres, bençãos, pordígios, sinais! Se Deus permite que passemos por alguns momentos é pq Ele, e somente Ele, sabe o que é melhor para nós. Deus nos criou para a Sua glória. Deus nos chama para sermos alegres! Devemos nos gloriar nas tribulações, como Ele fala no livro de Romanos. E isso deve produzir em nós esperança, perseverança. Somos meros pecadores que carecemos da graça. Somos vasos na mão do oleiro! E para que Deus derrame o melhor nós precisamos passar por algumas provações. Estamos em constante aperfeiçoamento! Nós precisamos disso, pq somos falhos! Não to falando aqui que não podemos ficar tristes, mas o que é o meu e o seu sofrimento comparado ao sacrifício vivo de Jesus na cruz? Fomos comprados por sangue!
                  Precisamos saber encarar os momentos de tristeza e saber o que fazer com eles. Nossa atitude deve ser entregar à Deus o que estamos passando e pedir que Ele derrame paz, refrigério, conforto! E tem mais, o jeito que olhamos para os problemas determina o quão grande ou pequeno ele está sendo para nós. Devemos andar pela fé pq é a arma que jamais falhará! Devemos colocar em prática os frutos do Espírito. E enquanto não soubermos controlar nossos temperamentos e vontades, enquanto não soubermos buscar o Senhor em primeiro lugar, enquanto não soubermos o valor dos maus momentos, continuaremos ingratos e estagnados no ponto de partida. Não há crescimento sem confronto, vitória sem luta e treinamento sem provação. Alegrai-vos filhos de Sião, pq Eu tenho cuidado de vós!

2 comentários:

rosanamsouza disse...

Que o Senhor Jesus continue te usando cada vez mais como instrumento dEle. É isso aí, devemos adorar e esperar no Senhor diante das dificuldades. Os milagres acontecem aonde eles são esperados... Bjus

Fellipe Mastrillo disse...

Tenho aprendido essa lição na pele. Como encaro os meus sofrimentos e lutas e dificuldades mostra ao mundo, aos meus amigos, aos meus vizinhos, aos meus parentes, qual é o tamanho do meu Deus. Confesso, Monique, que já me senti muitas vezes envergonhado por agir de forma tão ingrata. Hoje, porém, digo com convicção e com sinceridade: que venha a dor, o sofrimento e as lágrimas se mais perto de ti eu ficar, Senhor. E se dessa forma o Senhor se torna mais visível as outras pessoas, seja glorificado em minha vida. Texto abençoador. Parabéns pela percepção, pela fé firmada em Deus, pela esperança de querer fazer diferença, pelo conforto que o texto traz... Siga em frente,companheira de blog... Deus tem muito a fazer através do seu texto. Dont stop! Go ahead! Ok? God bless you so much|!