10 de fevereiro de 2011

Cruzando o deserto

             Todos nós temos dias difíceis, momentos que parecem não ter fim. As vezes parece que não conseguimos enxergar a luz no fim do túnel. Você já se sentiu assim? Parece que está tudo contra você. Aí não conseguimos entender o que está acontecendo, não conseguimos explicar o porquê disso ou daquilo. É aí que você percebe que está no deserto. Lugar de terra seca, onde tudo parece escasso. Lugar onde os suprimentos, de fato, parecem não durar muito tempo. Lugar em que perguntamos: Senhor, onde Tu estás? Será que esquecestes de mim? Muitas vezes achamos que Deus não está nos vendo, nem ouvindo nosso clamor e que não está cuidado de nós. 
             Bom, mas o que quero com tudo isso é te mostrar que o deserto é necessário. Não veja o deserto apenas como um lugar de sofrimento e dor! É no deserto que realmente ficamos na nossa essência e que verdadeiramente aprendemos a viver na dependência de Deus. É no deserto que aquilo que não deve fazer parte da nossa vida é arrancado. É no deserto que você vê o poder de Deus te sustentando e Suas mãos te guiando pelo melhor caminho. É um momento de intimidade nosso com Ele. Deserto é lugar de cura, de renovo, de transformação, de milagres. Deserto é lugar de preparação para a nova fase que virá. Deserto é verdadeiramente o lugar onde vemos o socorro do Senhor nos envolver. Podemos achar que os suprimentos são poucos, mas Ele sempre está mandando o maná! É como a história contada em Josué 5. Depois de 40 anos caminhando no deserto, Deus havia prometido uma terra que mana leite e mel. Então eles foram para Gilgal celebrar a Páscoa e lá se fartaram do fruto da terra, comeram pães asmos e cereais, mas depois disso, acabou o maná. Porém, naquele mesmo ano, comeram das novidades da terra de Canaã! 
              Você pode até achar estranho, mas o maná não dura a vida toda! E nem poderia, simplesmente, porque enquanto cai o maná não podemos experimentar as novidades da terra. Quando o maná acaba quer dizer que você chegou à terra prometida! E é nessa terra que você desfrutará das novidades que Deus tem! Deus quer nos trazer o novo! Mas para alcançar o novo é preciso deixar pra trás aquilo que não deve fazer parte de nós na entrada da nova terra. Precisamos do tratamento do Senhor, pois Ele sabe o que deve ser mudado em nós. Deus sabe o que o seu deserto terá que ter, os momentos que você precisará do maná e quando esse maná irá acabar. Além disso, o deserto não dura a vida toda! Deserto é apenas uma parte de nossa caminhada rumo ao novo de Deus. É como uma travessia que pode durar muito ou pouco tempo, e nesse tempo você pode enfrentar algumas estações. Na nossa vida é assim! De repente, estamos na primavera, onde lindas folhas nascem e as coisas estão mais belas, aí depois podemos enfrentar o outono, onde essas folhas caem, parece que tudo está sem vida. Mas creia, essas folhas caem para que novas possam nascer! E é nessa travessia que somos provados. Nossa fé, nosso caráter, nosso conhecimento, nossa maturidade, nossa força, nossa paciência, nosso temor à Deus, nossa perseverança, nossa esperança. 
              Vejo o deserto como um lugar de provação e um lugar de renúncia das nossas próprias vontades! É saber lidar com o pouco, experimentar dia a dia a provisão! Pois Deus só nos coloca no muito quando sabemos dar valor ao pouco! Creio que tudo em nós é provado a fim de que haja um amadurecimento. Passar por provação significa amadurecer! Por isso, é importantíssimo que saibamos lidar com o deserto, porque ele vem para nos preparar. Acredite, o deserto é passageiro e dele saímos mais fortes e revigorados! Porém, é necessário que busquemos o trono do Pai, que busquemos a Sua face. Temos que estar em dependência do Senhor. Pode estar difícil, o maná pode parecer pouco, mas Ele te sustenta e não te esquece nenhum dia! Sabe, melhor é um deserto com Deus que um trono desgraçado! Melhor é caminhar com Deus que ceder às nossas próprias vontades! Quem somos nós? Não sabemos aonde iremos chegar se pisarmos aqui ou ali, e muito menos quando estamos preparados para algo! E é nesse deserto, nessa preparação, que exercitamos a obediência, experimentamos a direção de Deus e devemos escutar a Sua voz em tudo que formos fazer. Aprendemos a valorizar a autoridade dEle sobre as nossas vidas, aprendemos que não devemos buscar atalhos e seguir em conformidade com aquilo que Ele tem para nós, pois é sempre o melhor! É o lugar onde nossa visão e foco são ajustados!
              Diante disso, a melhor forma de cruzar o deserto é de joelhos, de olhos fechados, em consagração, em santidade, em intimidade com o Senhor! Exercite a sua fé e veja o impossível acontecer! A fé te sustentará e ela é a chave que abre as portas que te levarão além! Creia, você verá o favor do Senhor te alcançar! Verá que é puramente a graça de Deus, porque não somos merecedores de nada! O amor de Deus é incondicional e nos envolve todos os dias! Ver a provisão do Senhor não tem preço. Guie-se pelos olhos da fé e não pelas circunstâncias, pois Deus trabalha no sobrenatural. Descanse Naquele que te fortalece, porque tudo você pode nEle, é o que está escrito em: Filipenses 4:13. O Senhor é galardoador daqueles que O buscam (Hebreus 11:6) e trabalha por aqueles que nEle esperam (Isaías 64:4). O melhor de tudo é ver que nessa travessia Deus está à frente, derrubando as muralhas, quebrando as cadeias, segurando em nossas mãos, nos tornando pessoas melhores e vencendo as batalhas do dia a dia por nós! Ele está no controle de tudo e sempre tem o escape para cada problema que surgir nesse deserto! No fim, você terá um lindo testemunho e comprovará que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam à Deus!

"Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz, porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo." Isaías 43:19 

Monique Meneses

3 comentários:

Hermes C. Fernandes disse...

Olá Monique!

Que grata surpresa encontrar seu blog. Muito bom! Já estou seguindo.

Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar também segui-lo, ficarei honrado.

A propósito, acabo de postar uma mensagem em vídeo sobre o tema que você trata neste post. Dá uma conferida lá.

www.hermesfernandes.com

Juntos pelo Reino!

monique-meneses disse...

Glória a Deus, Hermes! Obrigada! Estou te seguindo tb e parabéns pelo seu blog! Que o Senhor continue te abençoando e que sejamos luz nesse mundo!

Fica com Deus!

Monique

C. Veloz disse...

Olá, Monique, graça e paz em Cristo.
Encontei este artigo citado em outro blog e recomendeio-o para uma amiga que “está no deserto”.
Deixo, se me permite, Em Querite não existem atalhos
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/09/em-querite-nao-existem-atalhos/
Saúde.
C. V.