5 de abril de 2011

O caminho da Salvação


       Hoje em dia algumas coisas precisam ser consideradas em nosso meio. Muitas pessoas acham que viver o evangelho de maneira relapsa é a coisa mais normal, outros querem camuflar a existência do inferno dizendo que Jesus morreu por todos e todos serão salvos, e ainda acabam desonrando ao Senhor com algumas atitudes. 
            Consideremos o primeiro mandamento citado em Mateus 22: "Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento." bem como o versículo de Mateus 6:33: "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça e todas as outras coisas vos serão acrescentadas." Vejo que quando, verdadeiramente, amamos ao Senhor e buscamos o Reino de Deus, automaticamente, várias coisas em nós são modificadas e dia a dia conseguimos mortificar as obras da carne em nossas vidas. Bom, mas para isso precisamos ter fé.  Sabemos que  fé é a certeza daquilo que não se vê e também sabemos que a fé sem obras é morta como está escrito em Tiago 2:26. Logo, isso me faz lembrar o que está escrito em Mateus 7:20: "Por seus frutos vos conhecereis." Então, aí é que está a questão! Muitos querem justificar o fato de acreditarem que todos serão salvos alegando as coisas boas que alguns fizeram ou fazem aqui na terra. Porém, é importante lembrarmos que nenhum homem é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus como vimos em Gálatas 2. Se pela fé buscamos ao Senhor e buscando à Ele somos moldados dia a dia, nossa postura já não pode ser a mesma! O contato com Deus gera mudança. Não ficamos presos a fazer boas coisas e sim ter uma caminhada diferenciada em tudo.
              Que Deus é amor e Jesus morreu por todos, nós sabemos. Só que é verdade também que alguns, mesmo sabendo da verdade, continuam vivendo por seus prazeres carnais. Isso acontece porque saber é diferente de conhecer. E quando você sabe, conhece e não faz, não valeu de nada saber. Aquilo que consideramos valer a pena em nossas vidas tem o poder de transformar nossa realidade. Todo conhecimento deve gerar em nós uma ação. E toda ação gerada deve ter como resultado uma mudança. Por isso o conhecimento da Palavra vem para mudar a realidade de nossas vidas. Isso é comprovado pelo fato de que Deus tem um plano para cada filho e todos os nossos dias estão escritos por Ele. Basta querermos seguí-lO e viver os propósitos que Ele tem para nós. Ele veio para trazer uma nova história, gerar algo novo em nossa realidade. Mas muitos não querem isso e escolhem o caminho contrário. Claro que Deus é soberano sobre todas as coisas, só que o interesse dEle não é que sejamos automáticos, e sim que tenhamos a atitude de buscá-lO. Ele é amor e o amor não impõe nada. O amor constrange, o amor ensina, o amor aconselha, o amor se compadece, o amor educa. Quando você abre o coração para Jesus, o amor dEle começa a te constranger de tal forma que você é tomado pelo Seu poder. A partir daí o Espírito Santo começa a trabalhar em todas as áreas. Um exemplo de escolha está descrito em Gênesis quando Eva comeu o fruto proibido. Deus colocou a árvore do conhecimento no jardim do Éden possibilitando a Adão uma escolha.
             Se não levarmos em consideração alguns pontos fica fácil falar que as pessoas terão salvação levando a vida de qualquer jeito e fazendo  coisas boas. Jesus veio para libertar e salvar o perdido. Quando você tem um encontro com Ele e O aceita, você deixa de estar perdido, alcançando assim a salvação. Isso significa que as coisas terão que mudar, pois salvação é acompanhada de uma vida em excelência e viver em excelência é caminhar de uma maneira nova. Fazer uma coisa boa aqui ou ali não redime ninguém do pecado e muito menos determina se esta pessoa serve ao Senhor e vive o evangelho real. A salvação vai muito além disso e viver o evangelho de forma verdadeira é algo muito mais profundo do que muitos pensam.  Viver o evangelho é ter conhecimento do pecado e isso muda nosso estágio, pois mesmo sendo pecadores passamos a ser reconhecedores dele. Passamos a ter um coração quebrantado e contrito. Davi foi um homem segundo o coração de Deus porque guardou o seu coração em Deus, sabia e reconhecia seu pecado, tinha um coração ensinável. Ter um coração ensinável é a chave para que o caráter de Cristo prevaleça. Isso significa viver em excelência. Viver em excelência não significa deletar nosso status de pecadores, significa refletir o verdadeiro encontro com Cristo. Viver em excelência é andar em retidão. É mudar para melhorar!
              Deus diz em Mateus 16: "Quem quiser vir após mim, negue-se a si mesmo e tome a sua cruz." Ou seja, seguir a Jesus é renunciar o seu próprio eu e suas próprias vontades. E isso também é algo  que vai acontecendo naturalmente depois que o aceitamos como nosso Senhor e Salvador. As coisas velhas passam e tudo novo se faz. Servir e viver Cristo é ter a mente, o espírito e a emoção afetados. Além disso, Deus é bem claro na bíblia quando nos fala que a porta é estreita e apertado é o caminho que leva a vida, e poucos há que encontrem. E por que será que Ele fala isso?  Simplesmente porque sabe e conhece a natureza humana. Ele nos deu o livre arbítrio e a partir dele provém todas as decisões da nossa vida. Assim, a forma como encaramos a nossa vida com Deus resulta em um bom uso ou não do livre arbítrio. A sua conduta é fundamental para uma vida aprovada diante de Deus! Sabemos que tudo é graça e que a graça está acima da lei. Mas o que é graça? Graça é favor imerecido, ou seja, é a salvação sem merecimento como Paulo fala. Mas não podemos focar somente nisso, se não passamos a usar isso para justificar continuidade no pecado sem a geração de arrenpendimento. Graça é também você se guiar pela dependência do Espírito Santo. A lei padroniza, a graça é individual! A partir do sacrifício de Jesus na cruz por nós, Ele salvou a nossa alma. Porém, entra em cenário a ação do Espírito Santo em nós gerando transformação em todas as áreas e isso depende  do relacionamento com Deus. O relacionamento com Deus aperfeiçoa a caminhada cristã. Por isso não podemos continuar os mesmos. Isso tudo faz parte da totalidade da salvação.
             Com tudo o que temos visto nos dias de hoje comprovamos o quanto falta conhecimento. Texto sem contexto acaba virando pretexto! Só não podemos esquecer que Deus é justo e no que diz respeito à busca da justiça é como o Myles Munroe fala: “Buscar o Reino de Deus e sua justiça é caminhar em direção a um destino particular, mantendo concentração dos sentidos no alvo adiante de nós. Quanto mais permanecermos nesse caminho, mais crescemos na graça e no conhecimento do Senhor e de sua justiça. Isso significa saber como viver, agir e nos relacionarmos na vida. Justiça significa andar corretamente com Deus. Ele deseja que você saiba onde você está em relação à Ele: se você está em Cristo e o que você possui de Cristo." Portanto, se você anda com Cristo, o que você possui dEle? Têm espalhado isso por onde passa? Você e eu temos que ser o evangelho relevante do dia a dia. Ser igreja é fazer com que suas atitudes sejam tão relevantes diante dos homens que faz eles terem sede da salvação genuína. O caminho da Salvação engloba a totalidade da ação de Deus em sua vida!